Apresentando-me a Deus - Parte I

27/08/2011 14:40

 

 

Sl. 119:9

    "De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a Sua palavra. Essa é uma pergunta que só irá se calar quando Jesus voltar para levar os Seus.

    Tenho visto uma geração de jovens que vive gritando das praças e das ruas que é livre porém, está mais cativa que nunca. Essa pergunta que o salmista faz tem tudo haver com a conduta do jovem que espera ansiosamente pela vinda do nosso SENHOR e SALVADOR JESUS CRISTO; certamente a maior característica de um jovem que espera por Jesus é a de reconhece-lo em todos os seus caminhos.  Agora quero apresenta-lo alguns caminhos que precisam da intervenção direta do Senhor Jesus:

O caminho Social - minha vida perante a sociedade.
O Caminho Econômico - minha vida financeira.
O Caminho Civil - minha vida perante as leis de onde vivo.
O Caminho Emocional - minha alma.
O Caminho Espiritual - minha vida perante Deus e o Diabo.
O Caminho Familiar - minha vida perante minha família.

     Todos esses caminhos só podem ser apresentados por meio do corpo. Paulo nos mostrou a maneira e os benefícios para apresentarmos nossos caminhos através do nosso corpo para o mundo; vejamos:

     Rm. 12:1-2.

     "Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis, qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

     A primeira palavra que nos chama atenção é que essa apresentação precisa ser feita com sacrifício.

    1Pe. 4:12

    "Amados, não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós, destinado a provar-vos, como se alguma coisa extraordinária vos estivesse acontecendo;"

     E não basta que seja apenas um sacrifício, mas, precisa ser um sacrifício VIVO.

     Uma experiência interessante me veio a mente nesse exato momento em que escrevo essa matéria; quando morei no estado da Bahia na década de 90 trabalhei por 9 meses como pescador em alto mar com meus primos que moram numa cidade chamada Prado, que fica no extremo sul do litoral Baiano; nesse tempo aprendi que alguns dos melhores peixes e mais caros para comercio só se consegue pescar com uma isca viva; é preciso pegar um peixe menor e isca-lo pelo dorso e deixa-lo nadando como se estivesse livre assim é chamada a atenção desses peixes maiores e eles veem comê-los.

     Não se iludam meus queridos jovens metanoicos; se você quer alcançar um relacionamento mais profundo com o Espírito Santo você precisará se apresentar como sacrifício vivo; hoje o maior sacrifício vivo que um jovem pode apresentar a Deus é entregar-lhe seus sentimentos e emoções até que o próprio Deus decida liberá-los, entendem?

     Quando você dá a Deus seus sentimentos você está literalmente oferecendo a Ele um perfeito sacrifício VIVO; não um sacrifício de tolo ou um sacrifício defeituoso.

     Agora esse sacrifício também precisa ser SANTO; outro engano forte que satanás tenta imprimir na mente dos jovens é que existe a possibilidade de ser meio santo, isso é impossível, impossível, queridos ou nós nos posicionamos como santos ou então somo profanos, veja o que está escrito no livro da vida: Ap. 22:11  

    "Continue o injusto fazendo injustiça, continue o imundo ainda sendo imundo; o justo continue na prática da justiça, e o santo continue a santificar-se."


     Não existe meio santo, ou você é santo e continua a santificar-se ou é impuro e continua a viver na impureza.  Ser santo não é viver sem pecar, ser santo é viver cada vez pecando menos.

     Isso só será possível através do envolvimento com as práticas espirituais; JEJUM, LOUVOR, ORAÇÃO, ADORAÇÃO, PALAVRA; quanto mais eu me envolvo com essas práticas espirituais mais eu vou deixando Deus me santificar.

     Muito interessante é que esse sacrifício vivo e santo precisa ser agradável. A primeira pergunta: se já é sacrifício vivo e santo, porque precisa ser agradável?

     Estudando um pouco sobre a origem da palavra agradável nesse texto, descobrir que o sentido é o mesmo de fazer prosperar sem dor; isso é maravilhoso pois temos mais uma confirmação na palavra, veja: Pv. 10:22  

    "A bênção do SENHOR enriquece, e, com ela, ele não traz desgosto."

     Essa precisamente é a razão pela qual esse sacrifício precisa ser agradável; não adianta dizermos que estamos no centro da vontade de Deus e vivermos cabisbaixos e em dívidas infindáveis, a benção do SENHOR sempre trará paz.


     Agora guarde bem essas frases pois elas serão como um norte para sua vida.  

    Boa vontade é aquela que me faz feliz!

    Agradável é aquela que me agrada!

    Perfeita é aquela que me leva para o Céu!!!

Pr. HebinhoPr. Hebinho